quarta-feira, 31 de outubro de 2012

VIVÊNCIA!?!


Habitualmente, perdemos tempo, em desgosto inútil, quando nos achamos em antagonismo com alguém ou vice-versa. Entretanto, vejamos: os outros pensam segundo imaginam; falam o que melhor lhes parece; fazem o que lhes ocorre aos desejos; abraçam o que lhes agrada; adquirem o que estimam; 

valorizam o que mais amam; inclinam-se para aquilo que os atrai; vivem com quem mais se afinam; estão no caminho que escolheram; acham sempre o que procuram. Isso, porém, não é novidade, porque todos nos padronizamos por diretrizes idênticas: agimos como somos e reagimos, conforme a própria vontade, na condução de nossos impulsos. A novidade é reconhecer que os outros e nós teremos inevitavelmente aquilo que fizermos.
Alcançando a certeza disso, vale, acima de tudo, auxiliarmo-nos reciprocamente, sem queixas uns dos outros, de vez que nenhum de nós consegue aperfeiçoamento próprio senão à custa de numerosas experiências.
À frente da realidade, vivamos com as nossas lições, mantendo a consciência em paz, e deixemos aos outros o seu próprio dom de aprender e de viver.
Autor: André Luiz


Sorrir sempre...


Vou sorrir mesmo triste.
Vou me levantar após cair.
Sempre fui assim...
Feliz, e persistente.

quinta-feira, 18 de outubro de 2012



POR QUE SERÁ!!!




TRÊS PALAVRINHAS ESSENCIAL NA VIDA DE UMA PESSOA!?!
Respeito, Consideração e Valor.
O bom seria se o ser humano tivesse mais respeito, consideração e desse valor as pessoas.

Feliz e aquele que compreende valor de uma pessoa. E nela que se encontra uma parte da vida.

O tempo e valor são como incógnitas sempre em evidência, porque será.


Na boa falta de consideração e a indiferença andam de mãos dadas.
Nunca subestime a
alguém pois ela sempre faz justiça castigando quem merece.


Me chateio...Mais não vou ligar mais, nem todo mundo merece...
Fica uma incógnita por que será.

segunda-feira, 15 de outubro de 2012

Feliz dia dos professores!!!

A FRASE DO DIA É...
"Tentar nem
sempre é
conseguir, mas
todos que
conseguiram um
dia tentaram."
 Parabéns a todos os professores que tem  dado sua parcela de contribuição ao ensino... Em especial ao professor Altemir Neri.

sexta-feira, 12 de outubro de 2012

PARABÉNS A TODAS AS CRINÇAS DO MEU BRASIL!!!


"Grande é aquele que não perdeu o Coração de Criança.”

Todo mundo carrega dentro de si uma criança.
E todo mundo aprende a reprimi-la para ser adulto.
Crescemos e "temos" que ser sérios.

Quantas vezes você já não ouviu alguém dizer: "deixe de criancice!"?
E desde quando precisamos deixar de ser crianças?

Ria de você mesmo, seja "ridículo",
brinque na chuva, de fazer castelos na areia, de fazer castelos no ar...
sonhe, faça bagunça no meio da rua, cante na hora que der vontade,
converse com você mesmo como se tivesse conversando com um amiguinho,
assista desenho animado e veja a sua vida
como se ela fosse um desenho animado,
brinque com uma criança... Como uma criança...

Fique feliz simplesmente por ficar,
sorria e ria sem motivo,
ria de você, dos seus dramas, do ridículo das situações...

E acredite na pureza do ser humano...
na pureza de criança que talvez esteja escondida,
mas que existe em cada um de nós.

Para alguns você vai parecer louco, bobo ou infantil...
mostre a língua para esses "alguns" e diga,
como uma criança: "sou bobo mas sou feliz!"


A vida já é muito complicada para vivermos sérios e carrancudos.

E isso tudo não é deixar de viver com seriedade...
é viver com a leveza de uma criança
e obrigações de adulto.

Fica muito mais fácil viver assim.



Feliz Dia das Crianças!

Que Nossa Senhora da Aparecida e seu Anjo da Guarda,
estejam sempre presente,
protegendo de todos os males dessa vida.
Em especial para meus filhos Nayndra Neri e Júnior Bill
que amo muito de todo o meu coração.

Um beijo e um abraço ...
com todo meu carinho...
Eu

quinta-feira, 11 de outubro de 2012

ALEGRIA E O AMOR !?!


A Alegria e o amor
 são duas grandes asas
para os grandes feitos.
(Goethe)
Ninguém se preocupa em ter uma vida  virtuosa, mas apenascom quanto tempo poderá viver bem, ninguém tem o poder de viver muito.  
(Sêneca)