quarta-feira, 16 de novembro de 2011

Não sou apenas...




Não sou apenas mulher,

Eu sou também poesia.

Sou amor, sou coração,
E também sou fantasia.

Sou a rosa encarnada

No lindo jardim da vida.
Às vezes sou solidão,
Também choro escondida.

Sou como a ave errante,

Que busca um novo ninho.
Se amo, sempre me entrego,
Pois não vivo sem carinho.

Sou a letra da canção,

Na voz de um cantador.
O sentimento dos amantes,
Da paixão sou o calor.


Sou um poema escrito,
De um coração a sangrar.
Sou o fogo que aquece,
Sou mulher, vivo a sonhar

Inês Freitas

Lembranças!!!

Um sentimento chamado saudade...