segunda-feira, 17 de outubro de 2011

Ser ou não ser, depende de nós

       Os feridos pela língua, desde o princípio do mundo, têm número milhões de vezes maior do que todos os feridos de guerras.
       Não há coisa mais terrível do que a maledicência, a calúnia, a infâmia. Mesmo  quem  dela é vítima tiver espirito tão superior que não se enlameie com ela; mesmo que ela consiga perdoar aos seus algozes, ela fere e compromete.
       As sujeiras do corpo, as imundícies do exterior, essas a água lava e faz desaparecerem. Mas, a infâmia, que atinge a honra, cai dentro da alma, essa, só a força da justiça divina consegue apagar.

Lembranças!!!

Um sentimento chamado saudade...